Hemorroidas – Uma Doença de Colágeno?

Colágeno é o tecido no corpo que funciona como cimento. Ele é o tecido que segura todas as células e órgãos no lugar. Sem ele, nós seríamos uma massa de gosma sem qualquer forma que seja. Então o colágeno é importante. Você provavelmente já ouviu falar em doenças de colágeno como Lúpus ou Lúpus Eritematoso Sistêmico (nome comprido hein). Mas essas são doenças autoimunes. É aí que o próprio sistema imunológico do corpo ataca o colágeno. Mas nós não estamos falando dessa classificação de doenças. Nós estamos falando de uma doença onde não há colágeno o suficiente!

O que aconteceria se o colágeno fosse deficiente no corpo? É possível ter uma deficiência de colágeno? Você provavelmente nunca ouviu falar dessa deficiência e você possivelmente nunca viu qualquer dose diária recomendada para o colágeno. Isso é porque o colágeno normalmente não é essencial, artigo sobre hemorróida externa.

O que significa que o corpo produz seu próprio colágeno. Mas por cada filamento de colágeno produzido no corpo, um nutriente essencial é requerido. Nós chegaremos aí um pouco mais à frente neste artigo.

A pergunta para você e para mim hoje é: a condição comumente conhecida chamada de hemorroidas é uma doença de deficiência de colágeno? Hmmm. Eu tenho certeza que a resposta para essa pergunta é Sim. Estudos mostraram que isso é um fato.

Isso pode soar engraçado para você, mas o tecido hemorroidal (depois de cirurgia, é claro) foi analisado por seu conteúdo de colágeno[1]. O conteúdo de colágeno do tecido hemorroidal de 31 pacientes que passaram por hemorroidectomia foi analisado e comparado com 20 outras pessoas que não tiveram hemorroidas e morreram de morte natural. A análise mostrou claramente uma grande deficiência de colágeno naquelas amostras de portadores de hemorroidas comparadas com aqueles que não sofriam dessa doença.

O que é engraçado sobre esse estudo é a seguinte frase dada pelos cientistas como conclusão: “Permanece incerto se isso é devido a influências exógenas ou endógenas”. Em outras palavras, isso é devido a alguma coisa de fora ou alguma coisa de dentro do corpo? Isso claramente revela como as mentes científicas podem às vezes escorregar nos problemas mais simples.